Untitled Document
   
 
Login: 
Senha: 
Notícias « Voltar

Regulamento Campeonato Off-Road 2008 - 01/03/2008


REGULAMENTO DO CAMPEONATO CATARINENSE DE OFF-ROAD 1/8 4WD DE 2008

 

 

 

1.) INTRODUÇÃO
A Organização do Campeonato Catarinense de Off Road 1/8 4WD, adota como princípio as normas da EFRA e da IFMAR, contudo as modificações feitas neste regulamento prevalecerão sobre essas Federações sempre no sentido de adaptar estas regras à nossa realidade. Sendo que, as hipóteses não previstas neste regulamento, serão decididas pela Comissão Organizadora do evento.
Procuramos esclarecer aqui os itens a serem vistoriados, nos colocando à disposição para eventuais dúvidas. Esperamos que com esse regulamento todos possam ter as mesmas condições de competitividade, privilegiando deste modo, os melhores pilotos e mecânicos, e não quem tiver o melhor equipamento.
O Campeonato será composto de 08 (oito) etapas, sendo que 01 (uma) etapa será descartada ao final do campeonato.
Será declarado campeão, o piloto com maior pontuação ao final da temporada considerando-se as 07 (sete) melhores etapas, ou seja, 01 (uma) prova de descarte. No caso de empate ao final do campeonato, será declarado campeão o piloto que tiver maior número de vitórias, 2º lugares e 3º lugares, assim até ao 20º lugar. Persistindo o empate, vale quem obteve mais pole-positions.

 

 

2.) CALENDÁRIO
1ª Etapa: 08 de março (sábado)
2ª Etapa: 19 de abril (sábado) (FESBRAER)
3ª Etapa: 10 de maio (sábado)
4ª Etapa: 14 de junho (sábado)
5ª Etapa: 23 de agosto (sábado)
6ª Etapa: 27 de setembro (sábado)
7ª Etapa: 25 de outubro (sábado)
8ª Etapa: 22 de novembro (sábado)

3.) PONTUAÇÃO
1º Lugar: 75 pontos
2º Lugar: 71 pontos
3º Lugar: 67 pontos
4º Lugar: 63 pontos
5º Lugar: 61 pontos
6º Lugar: 59 pontos
7º Lugar: 57 pontos
8º Lugar: 55 pontos
9º Lugar: 53 pontos
10º Lugar: 51 pontos
11º Lugar: 49 pontos
12º Lugar: 48 pontos
13º Lugar: 47 pontos
14º Lugar: 46 pontos
15º Lugar: 45 pontos
A partir do 16º lugar, decrescer 1 (um) ponto para cada posição subseqüente.
Ao “pole position” (piloto melhor classificado nas tomadas de tempo) será atribuído 1 (um) ponto de bonificação (caso o piloto utilize como descarte a prova na qual ele obteve a bonificação pela “pole position”, estes também deverão ser descartados).

4.) HORÁRIOS
Pista livre até as 9:30
Inspeção Técnica: até 09:30 às 10:00
Treinos cronometrados das 10:00 até 12:00
Almoço das 12:00 ás 13:30 . Durante o horário de almoço a pista estará aberta.
Semi-finais e finais a partir das 14:00
Inspeção Técnica: até às 9:30
Os pilotos deverão comparecer com seu carro e combustível para a inspeção técnica.Caso isso não ocorra, o piloto não poderá participar das atividades do dia. Os pilotos atrasados deverão chegar até o horário limite das 9:30h para poder realizar a vistoria e participar das atividades. Caso não chegue até este horário não poderá participar do treino/tomada/prova. (A direção de prova não abrirá exceção nesta regra).
Ao término da prova final, os três primeiros colocados deverão fazer a inspeção técnica. Caso de desclassificação ou desqualificação por irregularidades nos carros vistoriados, o piloto que ganhar tal posição também deverá ter o carro vistoriado pela direção de prova.
Também serão entregues aos pilotos números que deverão ser colados na frente e na lateral direita do carro.
Provas Semi-finais (no caso de 10 a 20 pilotos)
Duração:20 minutos
Semi B (14:00): pilotos classificados nas posições ímpares na tomada de tempo, ou seja, 1º,3º,5º,7º,etc...
Após a Semi B, todos os carros ficarão retidos com a direção de prova até o final da Semi A, sem exceção.
Semi A (14:40): pilotos classificados nas posições pares na tomada de tempo, ou seja, 2º,4º,6º,8º,etc...
Prova Final (16:00). No caso de não termos provas Semifinais, o horário da prova Final passa a ser às (15:00).
Os 10 melhores colocados entre as duas semi-finais (volta/tempo).
Duração: 45 minutos
Em virtude do horário e do cronograma de corrida, o Diretor de Prova poderá eliminar as tomadas de tempo, e/ou reduzir o tempo de duração da prova, o que for necessário para que haja tempo suficiente para o término da competição.

5.) ORGANIZAÇÃO E REGULAMENTAÇÃO DA CORRIDA
Tomadas de Tempo
Serão realizadas a partir das 10:00 hs. Serão realizadas 3 (três) séries de tomadas de tempo com duração de 10 minutos cada. Somente a melhor tomada de tempo de cada piloto será considerada p/ efeito de classificação. Será considerado o critério voltas/tempo.
Até 10 pilotos
1ª série 10:00
2ª série 10:45
3ª série 11:30
No caso de 10 a 20 pilotos, as tomadas serão divididas pelo Diretor de Prova em 02 (dois) grupos e serão realizadas nos horários abaixo:
1ª série A: 10:10
1ª série B: 10:30
2ª série A: 10:50
2ª série B: 11:10
3ª série A: 11:30
3ª série B: 11:50
A pista fica fechada nos intervalos entre cada tomada de tempo.
Ao “pole position” (piloto melhor classificado nas tomadas de tempo) será atribuído 1 (um) ponto de bonificação (caso o piloto utilize como descarte a prova na qual ele obteve a bonificação pela “pole position”, estes também deverão ser descartados).

6.) PROCEDIMENTOS DE CORRIDA
Formato de corrida:
Será utilizado o método de melhor aproveitamento, “voltas/tempo”.
Largadas:
Tomadas de tempo:
O Diretor de Prova autorizará a largada de cada piloto nominalmente.
Provas: Sub finais e Final.
Através de contagem regressiva iniciada com o número 10, ao chegar ao número 04 os carros deverão ser colocados no chão pelos mecânicos e estes deverão se afastar do grid e sair da pista.
Os pilotos aguardarão o "start" do Diretor de provas nos próximos segundos para a largada.
No caso do motor apagar durante a contagem regressiva, o mecânico deverá aguardar a largada para retornar para o Box.
Solicitação de Tempo:
Poderá ser solicitado apenas um pedido de tempo (10 minutos) antes das provas semifinais e final para reparo de equipamento e desde que, seja solicitado antes de 03 minutos da largada. (somente 01 pedido de tempo por cada prova será acatado). Aos 3 minutos que faltava para o início da prova, terá um acréscimo 10 minutos, portanto a prova somente terá sua largada após 13 minutos.
Durante o período do pedido de tempo extra, a pista ficará fechada.
O piloto que fizer a solicitação, deverá largar do seu Box, após a autorização do fiscal.

7.) REGULAMENTAÇÃO DE PILOTOS E MECÂNICOS
Não será permitido aos mecânicos
- Obstruir o fluxo nos boxes
- Parar os carros com os pés
- Falar palavras de baixo calão aos pilotos, gandulas ou qualquer participante da prova, sendo
penalizado o piloto correspondente com “stop and go”
- Abastecer e realizar reparos fora do boxe e na pista de acesso aos boxes
- Avançar sobre a pista em qualquer hipótese, a não ser por solicitação do Diretor de Prova
- Retirar o carro dos boxes após o término da prova e tomadas sem vistoria técnica (
penalização = desclassificação da prova ou tomada de tempo )
- Interferir de forma verbal no andamento da prova em qualquer nível
- Passar o sensor na antena de captação do sinal ( penalização = desqualificação e
suspensão da próxima ETAPA)
São deveres dos mecânicos
- Receber os carros dos recolocadores para reparos somente nas plataformas laterais dos
boxes ou na área determinada
- Recolocar os carros no lado externo da pista dos boxes ( pista de rolagem) com a máxima
atenção em relação a outros carros que possam estar entrando ou saindo dos boxes de
forma a evitar acidentes ou obstruir outros carros.
- Deixar a área dos boxes limpa e sem seus equipamentos e ferramentas
- Entregar o carro e acompanhar a vistoria do mesmo imediatamente(será tolerado um atraso
máximo de 03 minutos após o término da prova) ao final das tomadas de tempo e sub finais (
exceto prova final ). Não é permitida a participação efetiva do piloto na vistoria
- Adentrar nos boxes somente quando autorizado pelo Diretor de Prova
Atenção: A não observância dos itens acima é passível de penalização ao piloto.
Tomadas de Tempo e Provas sub finais e final: Permitido dois mecânicos no Box.
Grid de Largada, apenas um mecânico na pista.

8.) PENALIZAÇÕES
Serão aplicadas pelo Diretor de Prova, aos pilotos ou membros de sua equipe, quando ocorrer o não cumprimento das regulamentações. A todas as penalizações, caso o penalizado deseje, caberá recurso a Diretoria Geral do Evento, resguardando assim o princípio da ampla defesa.
É obrigatório o registro pelo Diretor de Prova das penalizações aplicadas de maneira clara e objetiva.
As penalizações poderão ser, de acordo com a gravidade da situação ou a intenção de prejudicar, agredir ou desrespeitar quaisquer participantes, pilotos, andulas, organizadores, público, etc, durante a prova.
As penalizações são acumulativas nos dias da competição:
Advertência Verbal:
O diretor de prova comunicará a penalização da seguinte forma: Piloto XXXX você esta sendo
advertido verbalmente por XXXXXXXX.
Nos casos de penalização que não interfiram na performance dos pilotos adversários
Atitudes disciplinares do piloto, fazer barulho, no palanque, etc..
Uso de termos de baixo calão. Após a Advertência Verbal, o piloto será punido com Stop and Go";
Stop and Go:
No caso de qualquer movimento do carro durante o procedimento de largada com os carros no chão
e antes do sinal, configurando “queima de largada”
Interferência na performance de outros pilotos:
- pilotagem de forma que cause prejuízos (acidentes graves) aos demais pilotos
- falta de condições técnicas do equipamento
- ofensas pessoais.
- Após segunda advertência verbal
- No caso do piloto/mecânico que for flagrado pelos fiscais de box resfriando o motor de seu carro com combustível, álcool ou qualquer outro produto pelo mecânico para tentar ligá-lo, cumprirá stop and go. O único produto que poderá ser borrifado no motor para resfriá-lo é água, que deverá estar em recipiente diferente das “pipetas” de abastecimento O diretor de prova comunicará a penalização da seguinte forma: Piloto XXX "Stop and Go", você esta sendo penalizado por XXXXXX.
Como cumprir o “STOP AND GO”
Após o piloto ser avisado de sua punição, o mesmo tem o prazo de 3 voltas para fazê-lo. Caso o tempo restante de prova não seja suficiente para tal, o piloto deverá terminar a prova e serão adicionados 15 (quinze) segundos ao seu tempo de prova.
O piloto deve parar o carro em local determinado fora do box, permanecendo 10 segundos imóvel e depois deve aguardar liberação para deixar o local sem a interferência de seu mecânico. (caso o piloto deseje cumprir o “Stop and go” com o carro no ar, seu mecânico deverá solicitar a permissão ao fiscal que ronometrará a punição)
Não é permitido o reabastecimento na volta do cumprimento da penalização.

Desqualificação:
Casos de irregularidades na vistoria técnica após a prova, ou deixar de apresentar o veículo para a vistoria após as tomadas de tempo, sub finais e final.
Após o 3º (terceiro) "stop and go" durante a competição.
Caso ocorra qualquer motivo de desqualificação, o piloto será eliminado da prova ou tomada em andamento. (Para efeito de classificação final, seria a ultima posição na tomada ou prova em andamento.).
Retirar o carro dos boxes após o término da prova e tomadas sem vistoria técnica (desqualificação da prova ou tomada de tempo).
No término da prova final, nenhum piloto poderá entrar nos boxes com seu carro, devendo parar seu carro no grid de largada, onde somente o Inspetor Técnico terá acesso aos carros (nenhum mecânico deverá ter acesso aos carros antes do Diretor técnico que se responsabilizará em retirar os sensores
dos carros e esvaziar o tanque de combustível para proceder à vistoria, inclusive do próprio combustível utilizado), caso outra pessoa tenha acesso ao carro antes do Inspetor Técnico, o piloto será desqualificado da prova, recebendo zero ponto.
Deliberada obstrução de outros carros na tentativa de influenciar no resultado da corrida resultará na imediata desqualificação até depois do próximo evento de mesma espécie.
O Piloto que for desqualificado receberá a ultima posição do evento em que participou. Ex: piloto XX
Semifinal. Desqualificado por não passar na vistoria. Recebe a ultima posição das semifinais.
Desclassificação da Etapa
- Nos casos de agressões verbais descontroladas
- Nos casos de condutas irregulares intencionais durante a prova.
- Nos casos de fraude intencionais (troca de lacre, passagem pela antena etc...)
Obs.: Nos casos de DESCLASSIFICAÇÃO, o piloto é eliminado da ETAPA, não
recebendo pontos e também não podendo descartar essa mesma etapa.
Suspensão
- Nos casos de ofensas à Direção de Prova, qualquer membro da organização ou aos
organizadores do Campeonato;
- Nos casos de agressões físicas;
- Nos casos de atitudes antidesportivas.
Obs.: Nos casos de SUSPENSÃO, a pena será a suspensão do piloto de uma até o limite
de três provas, de acordo com a resolução da COMISSÃO ORGANIZADORA, sem direito a
pontos e descarte das mesmas.

9.) SITUAÇÕES ESPECIAIS DE CORRIDA
Interrupção de corrida
Caso a corrida seja interrompida por mais de 60 minutos, por motivos fora do controle dos organizadores, o Diretor Geral e Diretor de Prova poderão decidir por cancelar a etapa ou continuar a etapa em outro dia.
Chuva e pane no sistema de cronometragem
Inicio do dia: Aguardar 1:30 horas antes de iniciar o evento. Caso persista a chuva, a prova fica
adiada para o final de semana seguinte.
Tomadas de tempo:
É obrigatório o termino da série, caso não seja possível, a série será cancelada.
Provas subfinais e final:
Até 20% do tempo será iniciada uma nova largada. Caso não tenha condições técnicas de continuar a prova por motivos de chuva forte, será declarado o resultado da prova anterior.(tomadas de tempo, provas subfinais e final).
Até 75% da prova, será interrompida a prova, após o período determinado será dada nova largada, mantendo as posições dos pilotos.
Com mais de 75% da prova será declarado final de prova.

10.) ESPECIFICAÇÕES TÉCNICAS
CATEGORIA 1/8 BUGGY 4x4
1 - Motor - 3,5cc. (.21 pol/cub) de preparação livre.
2 - Combustível a ser utilizado no campeonato: livre.
3 - Peso - 3.225gr (mínimo com tanque vazio e com sensor).
4 - Distância entre eixos - de 270 a 330mm.
5 - Aerofólio/Asa: largura máxima 217mm e corda de 77mm.
6 - Altura – 250mm comprimindo o chassis até o solo.
7 - Largura: – 310mm
Pneus de borracha pretos, não sendo permitido o uso de aditivos ou outros equipamentos (Exemplo:
colocação de tachas ou pregos na banda de rodagem).
Escapamento ( pipa ) – somente pipas aprovadas pela IFMAR, sua pipa deve apresentar uma das seguintes inscrições: (EFRA, FEMCA ou ROAR, seguidos do numero de seu registro.
Exemplo: EFRA 9853).
Tanque de combustível: até 125 ml, contando com a quantidade que fica na mangueira, bem como no filtro de combustível, caso o carro possua este acessório.
Bolhas:
Somente serão aceitas bolhas do tipo buggy em tamanho 1/8.
Durante a prova o piloto poderá trocar a bolha que estiver utilizando, desde que a mesma esteja de acordo com a regulamentação de prova, e que o número de inscrição colado na bolha anteriormente usado, seja transferido para a mesma. Esta bolha deverá ser vistoriada pelo Diretor Técnico da prova para a liberação do seu uso.
Pintura:
- A janela dianteira e as laterais não deverão ser pintadas, podendo, no entanto, serem escurecidas.
As equipes participantes não poderão aplicar a mesma pintura para as bolhas de seus pilotos, deverá haver pelos menos 1/3 de modificação entre as pinturas para que a direção de prova e os pilotos possam identificar a longo alcance o piloto que está conduzindo o carro.
Furos permitidos
- Janelas, dianteira livre, laterais permitida a retirada somente de um lado, conforme a conveniência.
- Recorte para o cabeçote: livre.
- Furos de acesso para o parafuso de alta do carburador, para antena, para saída/exaustão da pipa,
para fixação do sensor.


Outras Notícias


» 11/01/2016 - HOMENAGEM PÓSTUMA A WALDIR KLUG

» 24/12/2015 - HOMENAGEM PÓSTUMA ALEXANDRE BUHATEM

» 13/12/2015 - FOTOS CONFRATERNIZAÇÃO ASAS 2015

» 06/12/2015 - FOTOS - 2 ENCONTRO U-CONTROL ASAS DO VALE 2015

» 01/12/2015 - GINCANA FESTA ENCERRAMENTO FINAL DE ANO

 
Asas do Vale - Rodovia Jorge Lacerda, 4100 - Gaspar/SC - Fone/Fax: (47) 3332-1564 | By Vale da Web